Como ser um contador consultor e não deixar de lado as obrigações operacionais

Em meio a inúmeras demandas burocráticas com prazos a serem entregues ao Fisco, o contador ocupa 110% do seu tempo com as obrigações acessórias. Para muitos, estar em dia com o fisco é sinal de uma boa prestação de serviço. Mas você realmente acha que seus clientes precisam apenas de alguém para lidar com a burocracia e os números da sua empresa? Errado! Seus clientes precisam que você atue de forma consultiva para auxiliá-los na tomada de decisão.  Mas como ser um contador consultor sendo que as obrigações operacionais ocupam todo seu tempo?

Neste artigo vamos falar mais sobre a contabilidade consultiva e sua importância, com aplica-la e o principal, como ser um contador consultor sem negligenciar as obrigações operacionais.

 

O que é contabilidade consultiva

A contabilidade consultiva consiste no relacionamento mais próximo do gestor e o contador.

A contabilidade consultiva consiste em um modelo de atendimento em que o contador se torna um profissional focado no relacionamento com os clientes e utilizando de todo o seu conhecimento dentro da ciência da contabilidade para conseguir atuar de forma estratégica dentro dessas instituições, auxiliando a identificar possíveis problemas e quais são as ações necessárias para resolver cada um deles, sempre buscando a saúde, crescimento e sustentabilidade dos seus clientes.

A Contabilidade Consultiva nada mais é do que o resgate do papel do contador na utilização da contabilidade para o seu verdadeiro objetivo: auxiliar as empresas na tomada de decisão.

 

O papel do contador consultor

O contador jurou defender a ciência contábil, evoluir a profissão e contribuir com a sociedade através do seu conhecimento.

Mas em algum momento, os contadores que se tornaram “donos de escritórios contábeis” se desviando desse papel quando passaram a cuidar apenas de trabalhos como, a terceirização da burocracia, das obrigações acessórias, do departamento fiscal e pessoal e de contas a pagar/receber das empresas.

Assim, a essência do real papel do contador — o de orientar na tomada de decisão — se perdeu. Com isso, vieram a desvalorização profissional, inadimplência e uma forte pressão por preços irrisórios de honorários, por seu trabalho não ser considerado essencial pelas empresas. E em contrapartida os empresários deixaram de contar com um conselheiro de negócios para ter um despachante do governo e sofre problemas financeiros por ter uma gestão amadora e pouco responsável.

LEIA  Confira Como A Vers Pode Ajudar Sua Empresa Na Adoção De Novas Tecnologias, Como A IA.

A contabilidade consultiva chegou para despertar o cientista da riqueza escondido dentro de contadores que deixaram essa característica se perder em meio a tantas demandas e assumirem a responsabilidade do seu papel.

O papel de um contador consultor é mais abrangente: ele age como um consultor de negócios que, além de cumprir a lei, analisa dados estrategicamente para ajudar gestores na tomada de decisão.

Dessa forma, o contador deixa de ser uma figura burocrática para se tornar um parceiro estratégico dos clientes que atende.

 

Quais os benefícios da Contabilidade Consultiva?

Após entender o que é a contabilidade consultiva vamos falar dos seus benefícios e mostrar que não há mais dúvidas quanto a melhoria no serviço que você passará a oferecer para seus clientes.

Redução de custos e maior lucratividade:

Um dos seus reflexos positivos é a redução de custos tanto para o escritório contábil quanto para o empresário. Os processos internos dos contadores se tornam mais eficientes com a automação, economizando tempo e aumentando a produtividade. Em outras palavras, maior lucratividade. Já as atividades dos empresários são realizadas com respaldo de um contador consultor, que atua como um parceiro do negócio para tomar as melhores decisões.

 

Entregas de valor

A Contabilidade Consultiva é a aproximação com o cliente de modo a atuar significativamente para melhorar sua saúde financeira. Por tanto, o contador consultor analisa e interpreta os dados e indicadores financeiros para elaborar planejamentos e auxiliar o empresário a tomar decisões.

Esse material, se transmitido em linguagem acessível, ajuda a desenvolver ações voltadas para o crescimento espontâneo do negócio e reduz falhas nos processos contábeis. Essa característica afeta diretamente nas entregas dos profissionais a seus clientes. Em outras palavras, as entregas demonstram o valor do serviço contábil, que é uma das grandes dores dos contadores brasileiros.

 

Inovação

A Contabilidade Consultiva não deixa de realizar as atividades comuns à contabilidade, como apurar fluxo de caixa e orçamentos anuais, controlar passivos fiscais, despesas fixas e variáveis.

Mas o foco do contador consultor é adotar estratégias de relacionamento e inovação onde puder. É uma nova visão da contabilidade, mais moderna e com maior valor agregado.

 

Retenção de clientes

Somando todos estes benefícios: redução de custo, entrega de valor e inovação. Qual o resultado? Muito satisfatório! Não só o contador fica satisfeito com o seu trabalho, como os clientes conseguem usufruir de serviços que realmente fazer a diferença em sua saúde financeira.

LEIA  4 dicas para fazer o negócio da sua franquia crescer

A satisfação do cliente é o maior passo para sua fidelização. Por isso, um dos benefícios da Contabilidade Consultiva é a retenção de clientes.

 

Como fazer Contabilidade Consultiva?

Agora que deixamos clara a importância da contabilidade consultiva, chegou a hora de colocar em pratica e mudar de vez a maneira que atende seus clientes.

Tenha consciência do seu real papel como contador consultor:

Seu papel é cuidar da saúde das empresas, evitando que elas fechem as portas a partir de uma ciência que você estudou e que é capaz de ajuda-las.  Você não deve somente cuidar da burocracia e assistir seus clientes quebrarem.

Seu cliente não sabe o que é contabilidade de verdade. Ele acha que é a escrituração. Mas ele não é capaz de saber, porque você não mostrou para ele o que é Contabilidade Consultiva. Diante de problemas financeiros graves, ele acredita que não precisa de você, mas de um consultor empresarial genérico. Cabe a você apresentar seu real valor para o sucesso do seu negócio.

Entenda: você não serve ao Governo, mas ao cliente. Dito isso, nessa etapa de conscientização, você tem três missões importantes:

Entender qual é o seu propósito e seu posicionamento no mercado: você é um mero gerador de guia ou um cientista da riqueza?

Encontrar formas de se livrar desse trabalho operacional, burocrático e escravizador;

Ter claro para si que cabe a você o papel de educar seus clientes e os empresários, e ajudá-los;

Tendo tudo isso claro para hora do próximo passo!

 

Planejamento e execução:

Nesta etapa você vai se deparar com alguns questionamentos como:

“Meu cliente não me valoriza e não está disposto a pagar mais caro”

“Meu escritório está desorganizado internamente”

“Não tenho tempo para prestar esse serviço”

 

  1.  Seu cliente ainda não entende o quanto você é necessário para a prosperidade do negócio dele. Hora de mostrar a diferença do seu serviço na prática. Você não é mais apenas a pessoa que cuida das obrigações junto ao Fisco.
  2.  Para conseguir executar um bom trabalho, a organização do seu escritório é fundamental. Tanto para otimizar e automatizar seus processos, quanto na agilidade de respostas às demandas. Para auxiliar neste ponto, tenho o material certo para você.
    Leia: Como organizar processos em seu escritório contábil e melhorar resultados.
  3.  A falta de tempo pode ser o seu maior problema neste momento. Afinal, você não está acostumado a incluir na sua agenda um contado mais próximo com seus clientes. Porém é este relacionamento próximo que fará a diferença na prestação dos seus serviços.
LEIA  Tudo que você precisa saber para abrir empresa em Poços de Caldas!

Para dar a devida atenção a este problema, mais a frente vamos te mostrar um caminho para que este não seja um motivo para você deixar de mudar sua forma de fazer e salvar negócios.

Alinhe o propósito da contabilidade com a sua equipe

Na etapa de planejamento da implementação da Contabilidade Consultiva, o primeiro passo envolve a equipe. Se você não alinhar o propósito da contabilidade com ela, é impossível se tornar um contador consultor. Seus colaboradores precisam absorver sua conscientização e abraçá-la de fato.

Escolha com quem começar

Nem todos seus clientes podem estar preparados para este serviço, infelizmente. Por isso, é preciso priorizar e selecionar o perfil de cliente adequado. Assim, você não perde seu tempo tentando entregar um tipo de serviço que aquele empresário não está preparado para valorizar.

Mostre ao seu cliente os benefícios da Contabilidade Consultiva

A contabilidade brasileira é associada a imposto e burocracia. Como dissemos anteriormente, seu cliente não está habituado com o discurso da Contabilidade Consultiva, que cuida da saúde financeira do negócio. Mostre seu valor e benefícios.

Traduza as informações contábeis para a linguagem do empresário

Empresários são, em sua maioria, leigos. Eles não precisam de um relatório. Precisam de uma prescrição que informa o que precisa ser feito e qual atitude ele deve tomar para melhorar a saúde financeira da sua empresa.

 

Como conciliar a contabilidade consultiva e as obrigações operacionais?

Agora é hora da cereja do bolo! Afinal, do que adianta te mostrar todos os horizontes que você pode alcançar aplicando a contabilidade consultiva se não puder te oferecer uma dica sobre o caminho que pode seguir. Como disse anteriormente a tempo é um dos maiores vilões no momento da estruturação deste novo modelo de negócio.

Uma solução para este problema é a Franquia Vers. Essa é uma opção muito atrativa dentro desse segmento, pois além de cuidar 100% da operação, garante qualidade e eficiência nos serviços prestados, ainda disponibiliza ao franqueado todo o suporte necessário para o seu crescimento e tempo suficiente para se dedicar ao papel de consultor e parceiro de seus clientes.

Se interessou pelo modelo de franquia de contabilidade? Quer saber mais sobre o assunto? Então aproveite essa oportunidade e conheça nosso modelo de negócio.

Conte com os onze anos de experiencia da Vers, com a tecnologia de uma contabilidade digital, com toda sua estrutura e um time qualificado para cuidar de 100% da operação.

Quero falar com um consultor e saber mais sobre a franquia Vers.

Postado em FranquiaTagged ,