Você conhece as principais obrigatoriedades a serem enviadas ao Fisco?

O Fisco pode ser realmente assustador para muitos empreendedores, pois ele influencia diretamente no setor contábil e financeiro da empresa. Aqueles que não o pagam podem receber uma série de multas e advertências.

Entender o que é, quais são as obrigações e outras questões sobre o assunto é primordial. Mesmo que a empresa conte com uma equipe especializada para o setor financeiro, está por dentro dessas do que acontece internamente é muito importante.

O assunto é complexo, no entanto, entender os itens principais já é de grande ajuda para aprofundar-se sobre o assunto. Nesse artigo as principais questões serão abordadas, a fim de que qualquer pessoa passe a entender melhor sobre o assunto.

Você conhece as principais obrigatoriedades a serem enviadas ao Fisco?

O que é o Fisco?

O Fisco é, na verdade, uma referência à autoridade fazendária do Brasil. Sendo assim, tem como objetivo controlar e monitorar a legislação tributária em todas as suas esferas (municipal, estadual e federal).

É muito comum que os empreendedores pensem que só é de alçada Federal, mas, não, tanto o município quando o estado também fiscalizam a legislação tributária.

  • Esfera Federal

A Esfera Federal faz referência à todo o país, dessa forma, é a maior autoridade de tributação do Brasil. O Imposto de Renda (IR), por exemplo, é um dos impostos cobrados pelo Federal.

  • Esfera Estadual

O Estado também tem papel fundamental e é responsabilizada por coletar e monitorar os tributos estaduais. O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias) é um deles, sendo este um dos principais e mais comuns.

  • Esfera Municipal

O tributo recebido pelo município é o ISS (Imposto Sobre Serviços) e este é pago para a prefeitura.

Como organizar todos esses tributos

Esses tributos atribuídos ao Fisco que foram citados anteriormente são apenas alguns de todas as taxas que devem ser pagar ao país, estado e cidade. Mas como é possível organizar tudo isso?

LEIA  Como Funciona o Salário Maternidade?

De fato, não é uma tarefa fácil. Ainda mais levando em consideração que cada tipo de empreendimento possui as suas próprias particularidades.

É muito comum, principalmente em empresas pequenas e familiares, que o próprio dono do empreendimento fique responsável pelas questões contábeis e financeiras, mas isso é um grande engano e não é uma boa estratégia.

Deixar pessoas sem qualificação e experiência suficiente para tomar conta de um setor tão importante pode trazer diversos riscos à empresa. O primeiro deles é, obviamente, perder os prazos de pagamento.

Também é possível esquecer de algum imposto ou taxa, o que também irá acarretar multa e advertências.

Hoje em dia há diversos softwares de gestão contábil e financeira que podem na gestão do setor, no entanto, de nada adianta se o responsável não souber exatamente quais são as obrigações de devem ser entregues às esferas.

Fisco: a VERS Contabilidade ajuda

Seja para tomar conta de questões referentes ao Fisco ou qualquer outro serviço contábil e financeiro, a VERS Contabilidade conta com uma equipe de excelência para resolver esse tipo de serviço.

Além de acabar com o atraso ou o esquecimento do pagamento de todos esses tributos, a empresa de consultoria também consegue reduzir os gastos com impostos.

Dessa forma, apostar em uma empresa de consultoria contábil não é um gasto, mas, sim, um investimento.

A VERS oferece os mais variados serviços, inclusive, realiza a abertura de empresa de forma gratuita. E tudo isso com o melhor custo x benefício de todo o mercado.

Para mais informações sobre o Fisco ou outros tipos de serviço, o site da VERS Contabilidade contempla várias informações. Também é possível contatar a empresa através da plataforma.

Postado em Cliente Final