O que significa a DRE na contabilidade?

Todo empreendedor e bom administrador deve saber ao menos os conceitos básicos no que se refere às obrigações contábeis de uma empresa e isso inclui se manter atento com a DRE.

As leis nacionais obrigam as empresas a apresentarem controle da sua situação contábil e de seus registros de tempos em tempos. Isso envolve demonstrar as transações realizadas, saída e entrada, impostos, etc.

Em contabilidade o DRE significa Demonstração do Resultado do Exercício. Em alguns casos também é chamado de ARE, Apuração do Resultado do Exercício. Mas é preciso entender melhor qual o conteúdo e o que deve conter.

O que significa a DRE na contabilidade?

DRE – O que é?

A DRE é o instrumento através do qual é apresentado o resumo da contabilidade e situação financeira de uma empresa de acordo com os resultados de determinado período, normalmente de janeiro a dezembro.

A DRE vai conferir indicadores como receita e despesas, os investimentos, os custos do período, etc. O objetivo final é evidenciar o resultado líquido do empreendimento na data proposta.

A DRE expõe os indicadores financeiros básicos, como receitas, despesas, investimentos, custos, entre outros.

A DRE é exigida por lei anualmente mas é bastante comum que as empresas façam documentos similares a cada mês ou trimestre para administração e gestão interna.

O que deve ser discriminado na DRE?

A lei determina claramente o que deve ou não constar neste tipo de relatório, indicando os itens que devem estar discriminados na apresentação. Para determinar o lucro líquido adquirido no período a DRE deve indicar as receitas, custos e despesas, encargos e tudo que envolve o fluxo de caixa geral.

LEIA  5 erros contábeis que você precisa evitar

Quais informações ela contém?

No escopo da DRE estão indicados valores que se referem a receita de vendas ou serviços, as deduções e os impostos que incidem sobre as operações.

Feito isso, é possível chegar ao valor da receita líquida do ano. Desse valor deve-se subtrair os custos dos produtos vendidos ou serviços que foram prestados para obter o resultado bruto.

Do valor encontrado são ainda abatidas as despesas do período e somadas as outras receitas, oferecendo o resultado operacional líquido, antes de haver o abatimento dos impostos.

Depois de subtraídos todos os valores de impostos é possível finalmente chegar ao resultado líquido antes da participação nos lucros, que é calculada a partir da diferença do valor do resultado líquido e prejuízo acumulado nos anos prévios.

Qual é sua importância prática?

Quando as empresas elaboram uma DRE correta e precisa podem ter uma visão melhor da situação geral financeira do empreendimento e podem conseguir informações importantes para elaborar as estratégias de crescimento e gestão financeira.

Atualmente, a gestão estratégica é essencial para todas as empresas que desejam se destacar no mercado. A DRE nesse contexto se mostra uma ferramenta muito eficaz para controle contábil e gestão interna.

Uma gestão financeira eficiente pode auxiliar no controle dos gastos, a prever cenários e problemas financeiros futuros e também a se preparar melhor.

A ajuda profissional na elaboração da DRE pode evitar muitos equívocos e aumentar a segurança e precisão dos dados. Por isso, uma assessoria de contabilidade é essencial para ajudar na confecção dos relatórios e interpretação dos resultados.

Para as empresas que ainda não implantaram uma gestão financeira e DRE eficiente, a Vers contabilidade pode ser a melhor solução. Entre em contato através das redes sociais ou pelo telefone e saiba mais sobre o que pode ser feito pelo crescimento do seu negócio!

Postado em Cliente FinalTagged , , , , , , , , , , , , , , ,