O que é preciso para abrir uma empresa?

Quem é que já não sonhou em abrir uma empresa própria? E quem já não se imaginou ganhando “rios de dinheiro” com aquela ideia inovadora?!

Oportunidades de negócios são sempre tentadoras, mas requerem cautela, muito conhecimento, bastante esforço para se destacar e, ainda, um bom toque de inovação.

Identificar as oportunidades e inovações talvez seja o maior desafio do meio empresarial, tanto no início do negócio, quanto na própria manutenção da empresa.

Por essência, empreender é uma atividade que possibilita a sociedade se organizar em relação às suas necessidades. E a oportunidade de negócio é isso: Ter ciência de um problema e poder solucioná-lo.

Para o empreendedor, a forma como a empresa gerencia a solução de determinados problemas é o que irá sentenciar seu sucesso, além de ter que lidar com riscos constantes e necessários, que também fazem parte da composição do perfil empresarial.

Tempos de crise econômica, como a que ultrapassamos nos dias atuais, no Brasil, também são pontos focais para enriquecer a demanda de novas possibilidades de empreender e ainda fazem com que a sustentabilidade ganhe bastante espaço.

O fenômeno do empreendedorismo vem então para modificar o modo como encaramos as dificuldades do dia-a-dia.

E neste post iremos aprofundar mais sobre quais são os principais processos para abrir uma empresa e ter mais assertividade na escolha de seu negócio.

 

Toda empresa começa com uma ideia!

Acredito que você já deva ter feito alguma lista de compras, antes de ir ao supermercado, certo? O conceito não difere tanto para abrir uma empresa.

É preciso pesquisar bem o que é necessário comprar, os valores, as marcas, as condições físicas do local… abrir uma empresa

E no mesmo contexto, como um supermercado é repleto de marcas para escolha do consumidor e, assim como os produtos do supermercado, a empresa também precisar criar uma marca – e registrá-la – para ser facilmente identificada.

LEIA  Concorrência: como enfrentá-la? - Parte 2

O passo inicial é realizar a busca incessante de informações sobre tudo que tenha alguma relação com o negócio que se pretende abrir.

Ninguém quer começar uma empresa que esteja envolta de incertezas, por isso as pesquisas e o conhecimento adquirido com elas são de absoluta importância para o êxito.

Realizar assertivamente a pesquisa mercadológica é indispensável, pois será através dela que o empresário irá obter informações pertinentes ao seu negócio e que irão auxiliar fortemente na tomada de decisões, principalmente no início de tudo.

Na pesquisa inicial será necessário coletar informações:

  • Sobre a concorrência: Identificando os processos de seus adversários no mercado e seus pontos fortes e fracos;
  • Sobre o cliente: Identificando o perfil do cliente (hábitos de consumo, características comportamentais, escolaridade, renda…), assim como seus aspectos quantitativos e qualitativos.
  • Sobre fornecedores: Identificando quais são as melhores opções para negociar, as políticas de preço, qualidade de atendimento e “matéria-prima”.

Para um resultado mais competente e eficaz tem de haver atenção redobrada quanto ao produto/serviço que foi escolhido para ser ofertado, observando desde o conceito até a análise posterior à aquisição por parte do consumidor (satisfação do cliente).

Agora é a hora de organizar a empresa

Como disse no início do artigo, para ser facilmente identificada, a empresa precisa criar uma marca e registrá-la.

Depois de compreender melhor a parte idealizadora do projeto da empresa, é hora de se atentar ao planejamento estratégico mais aprofundado, ou seja, é importante que cada setor da empresa seja gerenciado estrategicamente.

O Plano de Negócios é o documento no qual o empresário irá gerenciar todo esse processo estrutural de ideias para a empresa e a ferramenta na qual a mesma irá se basear para desenvolver as atividades.

abrir uma empresa

De acordo com o Endeavor, as seguintes informações devem estar presentes no Plano de Negócios:

  • Sumário executivo
  • História da empresa/ ou do projeto
  • O produto/serviço
  • O mercado
  • A concorrência
  • Marketing
  • Manufatura e operações
  • Equipe de gestão
  • Resultados históricos (quando disponíveis) e projeções financeiras
LEIA  Checklist para a escolha certa da sua Franquia

O modelo CANVAS é atualmente bastante utilizado para desenhar a empresa e seus processos…

Desde o início, o empresário deve procurar por colaboradores que tenham o perfil do negócio, pois a dispersão de colaboradores tende a ser algo decisório para os resultados.

Buscar pessoas que acreditem de fato na proposta, que entendam e saibam vender o produto/serviço, que realmente “vestem a camisa” da empresa.

Por outro lado também não adianta ter bons colaboradores se os mesmos estão desmotivados.

Algumas empresas são referências no modo como tratam seus colaboradores, como o Google, o Facebook e as inúmeras StartUps .

São empresas que desenvolveram processos seletivos otimizados às suas necessidades, o que por sua vez gera a contratação de colaboradores muito mais bem preparados.

Nessas empresas os colaboradores são vistos como devem ser: a engrenagem de tudo.

Então estar atento a fase do planejamento é indispensável, pelo fato de ser através dele que toda a atividade e tudo o que abrange à empresa serão norteados.

 

Mas depois de tudo isso, o que fazer?

Agora vem a parte mais burocrática. É a hora de dar entrada nos documentos para a abertura da empresa e “colocar a mão na massa”.

Com o Plano de Negócios ou Modelo de Negócios (CANVAS) finalizados, o empresário deverá efetivar tudo aquilo que foi descrito.

E para abrir uma empresa, além de haver vários tipos de empresas e estruturas societárias, cada Estado tem suas particularidades burocráticas.

Por conta disso, o empresário deve tomar conhecimento de quais são os processos para abrir uma empresa dentro do próprio Estado.

Existem alguns documentos que são padrões para todos:

  • Emissão de CNPJ – Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica;
  • Contrato Social;
  • Registro na Junta Comercial do Estado;
  • Inscrição Estadual;
  • Alvará da prefeitura local;
  • Alvará dos Bombeiros;
  • Vigilância Sanitária;
LEIA  Conte com a Vers para abrir sua Cafeteria!

 

Concluíndo…

Empreender é algo desafiador, que exige inovação, força de vontade e muita pesquisa!

E apesar do ato empreendedor ser algo que se inicia de uma ideia, não será somente a ideia que irá trazer os bons frutos, tem de haver o desenvolvimento de um bom planejamento para direcionar os negócios.

Detalhar todas as fases estratégicas é o que irá fazer com que os processos sejam mais concisos e faz com que gere melhores resultados.

Estudar o mercado profundamente, o público-alvo, os fornecedores e os demais públicos da empresa, irão auxiliar intensamente na parte de elaboração e manutenção do mix de produtos e serviços.

E quanto à documentação para a abertura de empresa, é só estar sempre atento às legislações de legalização empresarial e relacionadas, lembrando que cada Estado corresponde de acordo com suas particularidades.

Então navegue pelo Blog da VERS Contabilidade e entenda mais sobre o assunto! Aproveite para comentar e compartilhar o nosso artigo!

Postado em EmpreendedorismoTagged , , , , ,