Tecnologia da Informação aplicada no empreendedorismo

O assunto que será abordado na postagem de hoje é sobre a Tecnologia da Informação (TI).

Até pouco tempo atrás, as empresas se posicionavam na condição de sempre procurar o aumento e nivelamento da eficácia produtiva de seus setores.

Já deve ser da compreensão de todos que hoje em dia nos encontramos na Era da Informação e do compartilhamento, os quais são feitos com extrema mobilidade.

Tecnologia da informação - mobile

Hoje já nos inserimos em um cenário no qual a própria eficiência dos processos se baseia no conhecimento e na Tecnologia da informação.

Temos de levar em conta o enorme avanço da Tecnologia da informação, aliado não só ao componente físico (hardwares), quanto ao componente virtual (softwares).

A troca e compartilhamento de informações realizadas de forma instantânea permitem que os acontecimentos pelo mundo afora sejam acompanhados por qualquer pessoa que se interesse pela informação disponibilizada.

É bom informar também que todas as áreas de uma organização devem se beneficiar do caminho de gerir, pelo fato de que o mundo está inserido numa fase tecnológica cada vez mais crescente.

Confira: A importância da educação empreendedora.

Na área de TI são englobadas todas as questões relacionadas à informatização, sejam feitas através de sistemas ou métodos manuais (por mais estranho que pareça), para atingir determinados objetivos.

Mundo-Tecnologia da informação

A estrutura da informatização pode ser composta e realizada de várias formas:

  1. Pessoas:

São as pessoas que compõem e realizam todo o processo das transmissões de dados e informações. Também são os que fazem a gestão dos dados e o motivo de tudo.

  1. Banco de Dados:

Também conhecido como “database”, nada mais é do que a aglomeração e organização dos dados, e fornece informações.

  1. Rede remota de computadores:
LEIA  Como se preparar para abrir uma unidade de franquia?

É o conjunto de possibilidades dentro das redes. É o uso da importantíssima ferramenta da intranet, de todas as redes sociais ou qualquer tipo de troca de dados.

  1. Hardware:

O hardware é de onde origina todo o processo, na maioria das vezes. É tudo que faz composição com o elemento físico do processo e são as partes de um computador, por exemplo, ou um terminal de caixa eletrônico.

  1. Software:

É a parte lógica do sistema, são digitais em sua maioria, e são os softwares que realizam as operações de dados e informações. São, então, os sistemas operacionais – como Windows, Linux, por exemplo… – e programas que fornecem a retenção e a manipulação dos devidos dados.

 

Existe a noção de que há um grande conflito entre a velocidade e a quantidade de informações transmitidas, porém dependendo da metodologia usada para a retenção dessas informações, a qualidade das informações perde seu poder.

Somos bombardeados por informações a todo o momento, sobre qualquer assunto e, por isso, é necessária a capacidade de filtrar informações e transforma-las em conhecimento.

As organizações precisam buscar investimentos tanto em recursos humanos, como em ferramentas tecnológicas que possam fazer com que a informatização seja de fato realizada.

Um bom exemplo da aplicação de sistemas e tecnologias da informação é o sistema de classificação

 

Empreendendo com o uso da Tecnologia da Informação

As organizações têm, hoje em dia, a enorme necessidade de gerar conteúdos para seus clientes, assim como fazemos aqui na VERS Contabilidade. Confira alguns exemplos em nosso blog!

Caso a empresa não se inclua nessa nova modelagem de mercado, dificilmente obterá êxito em seus propósitos.

Tanto para bens, quanto para serviços, a criação e manipulação de dados devem ser feitas de forma contundente, para que seja possível mensurar melhor os riscos, ameaças, oportunidades, forças e fraquezas.

LEIA  Entrevista Univers - Rádio Itatiaia

Utilizando a Tecnologia da Informação em seu empreendimento, as ações serão sempre mais dinâmicas voltadas para o sentido de que a empresa terá mais informações para as tomadas de decisões.

A principal dica é que o empreendedor foque primeiro em criar e filtrar as informações para, em seguida, manipular e administrar os dados.

É de grande valia também o enfoque nos sistemas em si.

Pesquise, entenda e conheçam quais são as possibilidades sistêmicas utilizáveis em seus projetos, pois fará grande diferença para o empreendimento.

Deve-se buscar sempre mais, porém melhores informações e transformá-las em conhecimento, convertendo em engajamento não só do público externo (stakeholders), bem como o público interno (funcionários, colaboradores…).

De uma forma geral, os Sistemas da Informação, devem ser bem tratados e projetados, em um negócio, para que tudo funcione de modo cooperativo, dando mais eficácia para o processo de criar, manipular e efetivar as informações, transformando-as em conhecimento.

 

 

 

 

Postado em EmpreendedorismoTagged , , , , , , ,