A identidade da empresa e sua criação – Segunda parte

Falaremos hoje sobre a identidade da empresa.

Como criar mensagens de impacto na storytelling? A narrativa precisa ser honesta, original e convincente

Dando continuidade ao post anterior, voltemos à técnica da storytelling. Neste post, porém, o foco será o conteúdo da mensagem. Será, também, uma ótima oportunidade para expor cases de sucesso.

Já está comprovado: a divulgação de marcas por meio de histórias cria uma relação emocional forte com os clientes. Por isso, o storytelling é, frequentemente, utilizado por grande marcas e empresas na hora de passar mensagens e construir redes, sem perder a identidade da empresa

Mas qual é o segredo das melhores storytellings? Encontrar uma mensagem que cause impacto é a regra número um.

É, mais ou menos, assim: a mensagem central precisa ter elementos nos quais seu consumidor tenha interesse. A primeira tarefa, portanto, é encontrar uma mensagem que toque o interesse do seu consumidor.

É necessário refletir, primeiramente, sobre os seus objetivos, missão e propósito. Questione-se. Com quem combinamos mais? Quais os nossos objetivos? O que realmente fazemos de bom?

Ao responder a essas perguntas, as empresas estarão prontas para definir as mensagens centrais do storytelling. Essas mensagens conduzirão a narrativa. É preciso que o cliente se aproprie da sua mensagem. 

a identidade da empresa

Dicas para construir uma boa narrativa

Tenha uma mensagem honesta

A primeira lição é não utilizar frases feitas que enfatizem função e benefícios. Essa estratégia é, por vezes, percebida como mentira ou publicidade exagerada que não trazem benefício algum para a narrativa.

Ao contrário, o storytelling deve estimular o pensamento. Quando, por exemplo, vemos o laranja do Itaú, já reconhecemos a empresa. Isso não vale somente para cores. O som da Inter, por exemplo, já nos remete à marca.

Quando a mensagem já é reconhecida pelo público, não será preciso fazer muito esforço para chamar atenção. O caminho para se apresentar ao mercado será mais curto.

Ao insistir sempre na mensagem central, você passará a ser lembrado ao longo do tempo. A isso se dá o nome de conversão.

A mensagem da marca no storytelling deve, portanto, conter informações precisas. Uma empresa que conhece bem a sua marca, seus pontos fortes e fracos, tem mais chances de desenvolver uma narrativa convincente.

LEIA  Preciso mesmo contratar uma contabilidade para abrir minha empresa?

Basta, nessa lógica, uma única mensagem para convencer o consumidor do valor da marca.

Promessas devem ser cumpridas de forma a garantir o bom relacionamento entre marca e produto; ou seja, entregue o que prometeu.

Eis, aqui, outro elemento importante da narrativa: ser honesto. Narrativas forçadas podem ser um tiro no pé. Se você entregar exatamente o que promete, terá chances de convencer o consumir a ser fiel.

Construa uma personalidade e entregue o que prometeu

Outra dica é construir histórias que reforcem a personalidade da marca. Consumidores ou audiências gostam daquilo que tem características próprias.

Tal personalidade pode ser traduzida na figura de um personagem, um mascote. Não necessariamente deve esse fazer parte da história. Pode ser, no entanto, um ícone que simbolize a trajetória da empresa.

Outra dica é transmitir confiança. O público precisa saber que seu serviço é de excelência. Não existe mágica para transformar um serviço bom em algo ruim. Por isso, é necessário fazê-lo bem para entregar bons resultados.

Aja antes de falar. Não conte uma história sem ter certeza de que a entrega será exatamente do jeito que a vendeu.

nao perca a identidade da empresa
Seja fiel ao que você promete.

Provoque curiosidade

Uma estratégia utilizada por muitos vendedores, na internet, por exemplo, é ir entregando o storytelling aos poucos. Ou melhor, o empresário apresenta a narrativa em partes na intenção de manter o cliente interessado no seu desenvolvimento.  Deixar o público querendo mais é um caminho que dá certo.

Slogan e mantra

O empreendedor deve encontrar um slogan, um mantra para o seu negócio. Um slogan é uma palavra ou frase de curta memorização que resume o seu produto ou serviço. Ou melhor, resume o que a marca deseja ser.

Essa frase precisa ser concisa, forte, agressiva e conter o teor da mensagem a ser passada. Pode ser criativa. Mas, ainda que não haja muita criatividade, tente, pelo menos, fazer algo que identifique bem a marca.

Um bom slogan é fácil de memorizar, expõe os benefícios e demonstra autenticidade. Lembre-se: quanto mais simples, melhor.

Imagine as marcas líderes de mercado. Todas têm identidades fortes, reconhecíveis e características que nos ajudam a reconhecê-las em qualquer lugar do mundo.

Vamos dar um exemplo. A marca de cinema Imax é dona do slogan “Pense grande”. De fato, entregam espaços gigantescos de cinema.

LEIA  Gestão de tempo: o guia completo [Parte 2]

A Harley Davidson, por sua vez, diz que é “americano por nascimento e rebelde por escolha”; ou seja, temos um slogan rápido, conciso e que traduz o objetivo da marca.

O KFC, no exterior, tem como slogan “Finger licking good” (na tradução livre, lambida boa dos dedos) em referência ao fato de que comemos o frango com os dedos, traduzindo exatamente a facilidade e o sabor do frango.

Podemos mencionar, ainda, a Oral-B. O slogan “nunca foi tão fácil tirar o doce da criança” é uma brincadeira simpática que associa doce à higiene bucal.

Outro slogan interessante que desconstrói aspectos negativos é o da OMO. “Porque se sujar faz bem” faz sentido para aqueles que acham que sujar é ruim. O slogan traduz, ao contrário, os benefícios de sujar roupas.

O slogan da Globo “a gente se liga em você” é outro exemplo de slogans tradicionais que expressam os benefícios da marca, do produto ou serviço.

Por último, o já famoso exemplo da Mastercard. “Existem coisas que o dinheiro não compra, para todas as outras existe Mastercard” está há mais de 30 anos no ar e é fortíssimo.

Um slogan forte reforçando a narrativa coesa resulta em uma marca impactante, memorável e com vantagens competitivas imensas diante dos concorrentes.

marcas- a identidade da empresa
O slogan de uma marca representa toda a forma de pensar da empresa.

Case

Logo, no primeiro parágrafo, foi mencionado que seriam citados alguns exemplos de sucesso.

Há o caso de sucesso da Martins. Fundado há 60 anos, a empresa construiu uma história de sucesso incomparável, tornando-se uma referência na distribuição e no varejo do país que vale a pena registrar. Com 400 mil funcionários e faturamento de R$ 5 bilhões, nunca deixou de priorizar valores que sempre fizeram parte da empresa desde sua formação inicial.

Foi justamente a construção desses valores que fizeram da empresa o que ela é hoje. Como já citado, a narrativa do storytelling precisa justamente ser composta por valores e a identidade da empresa.

No caso da empresa utilizada como exemplo, a mensagem central é “ser a melhor solução de distribuição de varejo”. Desde a fundação, era essa a missão principal.

Parece utópico e etéreo, mas querer ser “a melhor solução de distribuição de varejo” é a visão, o propósito do seu fundador.

Logo no folder institucional são citados os valores. Demonstrar, explicitamente, esses propósitos ajuda a diferenciar a empresa das demais.

LEIA  6 dicas para reduzir gastos da sua empresa 2016

O mais interessante é que tais valores, segundo o fundador, são apresentados aos clientes de forma bastante original.

A identidade da empresa tem um centro de memória, onde é possível ver fotos antigas do primeiro armazém. Isso ajuda a resgatar a história, as conquistas e os momentos importantes. Tal narrativa é tão essencial para a marca que é, inclusive, mantida na forma de museu.

O recado é muito simples: as estratégias mudam; o que não muda, porém, são os valores e as razões para existir. Por isso é tão importante preservar a história.

Diante de conflitos e incertezas, os valores da narrativa servem para preservar o que foi construído ao longo dos anos.

No referido centro de memória, é possível ver as cadernetas de vendas das décadas de 1950 e 1960 e o protótipo do primeiro caminhão de entrega que, na época, ainda era feito de lona.

São detalhes que, quando somados, fazem a diferença na vida de quem um dia vier a se juntar ao grupo.

Do ponto de vista dos funcionários, a narrativa faz com que eles sintam-se parte de uma longa história, o que proporciona positiva sensação de pertencimento.

funcionarios - a identidade da empresa
Faça com que os funcionários se sintam parte de a identidade da empresa

Lições sobre a identidade da empresa

Após ler este post, guarde um recado: a mensagem da narrativa da marca precisa demonstrar que seu produto ou serviço é essencial.

A melhor lição na storytelling é adotar um discurso que prove o quanto a identidade da empresa é fundamental. Isso é o mais importante para uma organização. Principalmente, quando se está começando.

É verdade que a excelência de ter a identidade da empresa está, também, do lado de dentro e não apenas na campanha publicitária. A narrativa não pode ser apenas algo “para inglês ver”, mas deve acontecer, de fato, nos bastidores da empresa.

Se você não for capaz de fazer com que os outros acreditem na sua ideia, você não vai conseguir empreender. A sua melhor arma de persuasão é estruturar uma narrativa sólida, verdadeira, transparente, única e que, acima de tudo, provoque reflexões sobre quem você é. Sempre, é claro, fazendo os demais acreditarem no que você diz.

Se você lembrou de mais exemplos, aproveite para comentar este post.

Postado em EstratégiaTagged , ,