Veja 10 dicas para organizar as finanças da sua empresa

-

O setor financeiro é uma área sensível em toda empresa. Ele é o retrato fiel da companhia, da sua saúde e de suas perspectivas. Independentemente do tamanho do empreendimento, ter o controle perfeito dos números é fundamental não só para conduzir seu negócio, mas também para sobreviver e crescer. Por isso, organizar as finanças da sua empresa aumentará as chances de crescimento e lucros.

Quer saber como ajustar suas contas? Confira, a seguir, 10 dicas que vão ajudar sua empresa a ter as finanças em ordem.

Colete os números da sua empresa

Ter informações sobre a movimentação do seu negócio é fundamental para todo e qualquer controle financeiro. Sem esses dados, fica difícil planejar qualquer ação, tanto no curto, médio e longo prazos. Portanto, colete regularmente as movimentações da companhia e elimine qualquer dúvida que surgir durante esse levantamento.

Tenha disciplina

Participar das finanças da empresa exige acompanhamento diário, ninguém sabe mais do seu negócio do que você mesmo. Por isso, tomar parte do controle financeiro é fundamental para que você possa se informar de todas as tomadas de decisão da área. Não adie esse envolvimento!

Separe as contas pessoais e empresariais

Não interfira no capital do negócio. Sempre que as contas pessoais se misturam com as empresariais, surgem diversos problemas, mesmo em uma empresa que você seja o único proprietário.

O negócio deve ter sua movimentação financeira independente, portanto, programe um saque ou transferência mensal como se fosse o seu salário, dessa forma, você saberá também controlar as despesas pessoais.

LEIA  Como realizar uma análise da concorrência

Adote a tecnologia

Existem softwares específicos para a contabilidade de empresas e para o controle diário que certamente irão facilitar o trabalho. A tecnologia permite rapidez e precisão e será sempre uma aliada do seu negócio, um investimento que garantirá controles mais eficientes.

Defina o orçamento

É importante projetar os gastos nas variáveis de tempo semanal, mensal e anual. Dessa forma, você poderá acompanhar o andamento das finanças e definir eventuais correções de rota.

Projete o fluxo de caixa para, no mínimo, três meses

Porém, seja realista: não infle seus números, pois o estrago lá na frente pode ser grande. Leve em conta a carteira de clientes, o histórico, sazonalidade e perspectiva de mercado.

Conheça seus clientes

Somente dessa forma você poderá planejar o futuro financeiro da sua empresa. Investigue seu público alvo para oferecer o produto certo, o que evitará custos desnecessários.

Administre as cobranças

Cobrar é essencial para suas contas, mas fazer contato com o cliente inadimplente pode fazer com que o problema não se repita: entenda as causas do endividamento para encontrar a melhor forma de negociar com o cliente. Além de receber a dívida, você irá manter o freguês.

Avalie os resultados

Anualmente, gere relatórios financeiros que permitam compreender seu negócio e atrair investidores. Essa tarefa fará com que você tenha um retrato mais fiel da empresa e facilitará o planejamento e o orçamento para o exercício anual.

Contrate os serviços de um escritório de contabilidade

Ele vai ajudar sua empresa a compreender as finanças, as responsabilidades fiscais e a controlar o seu fluxo de caixa.

Administrar uma empresa não é tarefa solitária, pelo contrário, o bom empreendedor é reconhecido por ter as pessoas certas nos lugares certos, trabalhando para o bem da companhia com competência e profissionalismo. Um escritório de contabilidade será o ponto de apoio do gestor nas finanças.

LEIA  Cliente insatisfeito? Saiba como lidar em 6 passos

Preparado para arrumar os números da sua empresa? Não perca tempo, quanto mais cedo você tiver o controle financeiro do seu empreendimento, melhor para você e para o seu investimento! Compartilhe com a gente, nos comentários, como você organiza as finanças do seu negócio e se ficou com alguma dúvida a respeito disso!

 

Postado em FinanceiroTagged , , ,