Canvas: seu modelo de negócios focado no cliente

canvas--seu-modelo-de-negocios-focado-no-cliente1860Existem diversas metodologias que você pode seguir para estruturar um plano de negócios. Uma das mais famosas é apresentada no livro Business Model Generation, o Modelo Canvas.

Ele se baseia em 9 elementos de negócio que, juntos, cobrem as 4 áreas de concentração do planejamento empreendedor (clientes, oferta, infraestrutura e viabilidade econômica).

Uma das grandes vantagens do Canvas é lhe dar uma visão gráfica do plano de negócios, de forma que fique mais fácil identificar e trabalhar com seu planejamento.

Os elementos que compõem o Canvas são: segmentos de clientes, proposta de valor, canais, fontes de receita, recursos principais, relacionamento com clientes, atividades-chave, estrutura de custos e parcerias principais.

Vamos falar um pouco mais detalhadamente sobre cada um. Confira!

Segmentos de clientes

Os segmentos de clientes são aqueles tipos de clientes que seu negócio irá atender, sejam pessoas ou empresas. Ou seja, formam os públicos-alvo que seu empreendimento pretende atingir, formatando-os em diferentes segmentos que compartilhem características (idade, gênero, classe social, gostos pessoais, atividades que realizam etc). Um empreendimento pode ter diversos segmentos, mas, ainda assim, é importante delimitar cada um deles.

Estes são seus nichos de mercado, para quem sua empresa direcionará os esforços para ficar conhecida e se tornar referência no mercado.

Proposta de valor

A proposta de valor é o que você está oferecendo aos seus potenciais clientes, aquilo que o diferencia da concorrência. Não basta apenas oferecer o produto ou serviço se ele for ser apenas mais um no rol de concorrentes. É preciso ter algo que o torne mais atrativo aos clientes.

LEIA  Núcleo de Negócio ou Core Business: O que é e como utilizá-lo.

A proposta de valor deve ser sucinta, prática e perfeitamente compreensível ao trazer esse diferencial. Diferenciais precisam ser algo que não possa ser facilmente mimetizado pelo mercado. O preço do produto ou serviço raramente é um bom diferencial, pois pode ser derrubado por outros concorrentes. A construção da marca como sinônimo de renome ou status, por outro lado agrega muito a esse diferencial (caso de sucesso da Apple, por exemplo). Existem muitas possibilidades de se tornar uma marca diferencial, então cabe explorar bem isso.

Canais

Os canais representam suas formas de comunicação, distribuição e venda. Ou seja, como fazer seu produto ser conhecido, chegar e ser adquirido por seus clientes. Os canais cobrem todas as formas de contato que você pode ter em aberto com o cliente, desde sites e redes sociais até atendimento por telefone ou lojas físicas.

Relacionamento com clientes

O relacionamento com clientes é a forma como você fará os canais funcionarem e atuarem. Pode ser em um atendimento com interação humana, automatizado, horizontalizado ou verticalizado.

Estudar a melhor forma de se comunicar com seus segmentos de clientes é essencial para a boa execução desse elemento do Canvas.

Fontes de receita

Representa o quanto de dinheiro que sua empresa gera com cada segmento de clientes. Seja pelas vendas, pelas prestações de serviço, anúncios, assinaturas ou formas inovadoras de uso de publicidade, por exemplo.

Recursos principais

O elemento recursos principais diz respeito aos recursos utilizados por sua empresa na execução dos serviços ou produção. Sejam os recursos físicos (infraestrutura, maquinário), humanos (empregados, setores e terceirizados), intelectuais (livros, bancos de imagens e dados adquiridos) financeiros (capital fixo, de giro) e outros.

LEIA  Como abrir uma empresa já com um bom ticket médio?

Atividades-chave

As atividades-chave são todas as ações necessárias para fazer seu modelo de negócios funcionar. Ações de marketing, desenvolvimento de software próprio, implementação de um modelo de produção, etc.

Parcerias principais

Suas parcerias principais se compõem pelos principais fornecedores e parcerias estratégicas com empresas não-concorrentes que possam servir de network ou rede de colaboração. São as relações que sua empresa possui e que não dizem respeito aos segmentos de clientes, mas formam a base para o funcionamento e manutenção dos negócios.

Estrutura de custos

Por fim, a estrutura de custos mostra quais são os custos fixos e variáveis imprescindíveis para o funcionamento do empreendimento. Esse elemento mostra o custo mínimo para se manter a estrutura do negócio.

Preenchendo o Canvas

Para se preencher o Canvas, pode-se imprimir a tabela Canvas a seguir e usar post-its.

Ou usar modelos Canvas digitais. Para isso já existem algumas ferramentas como o Web2Canvas,Canvanizer ou o aplicativo Sebrae Canvas.

E então, o que você acha do Canvas como modelo de gerenciamento de negócios? Alguma dúvida? Deixe o seu comentário!

Postado em NegóciosTagged , ,