Vai empreender? Confira 5 dicas para começar

Ser dono do próprio negócio, não ter patrão, colocar as ideias em prática e observá-las dar frutos: tudo pode parecer muito fácil, já que os planos estão todos computados na teoria. O primeiro passo da caminhada do empreendedorismo, entretanto, nem sempre é fácil. “Andar com as próprias pernas” demanda alguns deveres e responsabilidades que, como gestor, ainda podem ser novidades para você. De fato, o empreendedor deve ter domínio sobre certos detalhes que, como funcionário, ele nem sonhava que existiam!

A atenção a esses e outros fatores implicam no sucesso (ou não) do negócio, e preparar-se bem para a jornada já é começar a percorrer o caminho. Se você acha que basta agregar conhecimentos em Administração para ingressar no mundo do empreendedorismo, está enganado! Muitos outros aspectos entram em cena quando se decide abrir um negócio. Confira nossas 5 dicas para começar sua empresa com o pé direito!

Busque amplos conhecimentos

Não basta ter domínio apenas das ferramentas do ramo escolhido (por exemplo, as digitais). É preciso saber – e entender – os trabalhos de bastidores, como a parte contábil de uma pequena ou microempresa e os setores administrativo, burocrático e de gestão de pessoal. Cursos online, workshops e livros podem ajudar na tarefa de decifrar todos esses campos, bem como a manter seu negócio sempre atualizado. A análise da concorrência e do mercado também devem estar incluídas na prática do empreendedorismo, e são essenciais nesse primeiro momento para saber se a sua ideia de fato pode sair do papel. Caso não se sinta seguro, procure a ajuda de um especialista para uma assessoria!

LEIA  Ter um sócio ou não ter: eis a questão!

Avalie os custos

Sua ideia de negócio pode parecer incrível, mas é preciso fazer as contas de quais serão os custos necessários até que a empresa comece a rodar. Assim, é necessário calcular os gastos do projeto e ter uma previsão de como você irá gerar receita com o negócio, bem como quanto tempo vai levar para cobrir as despesas com o investimento – tudo isso devidamente embasado em números! Somente nessa fase é possível saber com precisão quanto custa cada etapa e se a sua ideia de empreendimento é realmente viável.

Faça networking

A habilidade de trazer novos olhares para seu projeto faz parte do trabalho do empreendedor, que não pode ficar restrito às suas opiniões, mas deve buscar novas leituras sobre seu negócio. O convívio com pessoas diferentes (dentre elas outros empreendedores e investidores) e, consequentemente, diferentes visões de mercado, incrementa seu projeto ou produto. Faculdades, eventos do seu segmento ou associações: seu radar deve estar sempre ligado para captar informações complementares e habilidades que possam capitalizar ou agregar ao seu negócio.

Busque parcerias

Pense também em quais outras empresas podem trazer benefícios ao negócio. Buscar parcerias é a solução se você não tem muito dinheiro para investir. Vale lembrar, no entanto, que é preciso estabelecer critérios para travar essas relações, mesmo que você só esteja começando no mundo do empreendedorismo: crie parcerias que tragam credibilidade, mas que também tenham a ver com o seu produto ou serviço, preservando a identidade da marca.

Comunique-se com seu potencial público-alvo

Se você é empreendedor, sua estratégia também precisa ser igualmente empreendedora! Fuja dos métodos tradicionais e apareça para seu cliente na carona das mídias sociais. Aproveite o baixíssimo custo delas (ainda mais quando comparada às outras mídias) e se manifeste com conteúdo diferenciado na web. Identifique oportunidades, pesquise, crie promoções, posicione-se de forma inteligente e ouça o que seu potencial público-alvo tem a dizer, aproveitando todas as oportunidades para prospectar. Assim, quando começar o negócio, você já estará inteirado do seu público e dominando os canais de comunicação com ele.

LEIA  Guia PME: como manter a sobrevivência da empresa no primeiro ano de funcionamento?

Ninguém disse que o caminho de empreender seria fácil, e nem que seria o mesmo para todos! Entretanto, com perseverança, disposição para enfrentar dificuldades, muito planejamento e os fatores que fazem de alguém um verdadeiro empreendedor, é, sim, possível tirar o seu sonho do papel e começar a gerar resultados compensadores com ele.

Você está pensando em empreender? Compartilhe suas dúvidas e ideias nos comentários e conte com a gente nessa jornada!

Postado em NegóciosTagged , ,