4 dicas de gestão financeira para quem está começando um negócio

A abertura de uma empresa exige que o empreendedor planeje a gestão de diversos setores. A execução do projeto a ser iniciado, o processo seletivo dos funcionários, a definição do local de trabalho, os equipamentos necessários e também as diretrizes do negócio são alguns dos tópicos indispensáveis para a consolidação de qualquer empreendimento. Neste contexto, muitas empresas iniciantes se preocupam com a atração de novos clientes e a definição de diversas áreas e acabam deixando o planejamento financeiro para depois.

Se este é o caso do seu negócio, saiba que um departamento de finanças eficiente – e com uma boa gestão – é um fator crucial para que uma empresa consiga atingir o sucesso. Programar-se, registrar todas as movimentações e manter a contabilidade organizada é imprescindível para não ter problemas no futuro e manter o negócio em funcionamento. Com isso em mente, preparamos 4 dicas para você que está se lançando no empreendedorismo e deseja planejar e manter uma gestão financeira de sucesso. Confira!

1. Invista na formulação de um planejamento estratégico

Se ainda não está familiarizado com o termo, aí vai uma definição importante: o planejamento estratégico é o documento que a empresa elabora para os próximos 5 anos, evidenciando os objetivos traçados para crescer e consolidar o negócio. Através da elaboração deste plano, será possível obter dados e relatórios concretos que auxiliarão no desenvolvimento seguro da organização, promovendo um controle financeiro e contábil eficiente para sustentar o processo.

2. Forme uma equipe de confiança

Procure profissionais que acreditam em seu negócio e tenham muita vontade de fazer dar certo. Montar uma equipe composta por pessoas nas quais você confia e que visam um objetivo comum é fundamental para um negócio que está no começo. Ao contratar com pressa, é possível que você acabe fazendo escolhas inadequadas, o que irá gerar pontos negativos para seu equilíbrio financeiro: desta forma, você terá que demitir e recontratar novos membros,  além de lidar com o desgaste que este processo traz para a equipe.

LEIA  SINDLOC-MG recebe seus novos associados

3. Mantenha um controle de estoque eficiente

Um estoque bem controlado impacta diretamente na qualidade do serviço e no nível de vendas de uma empresa. Vale ressaltar que o estoque é investimento, é dinheiro aplicado pelo negócio. Tanto para o caso de matéria-prima quanto para mercadorias produzidas, é fundamental que seu empreendimento invista em uma estratégia para gerenciar, fiscalizar e manter um registro rigoroso da entrada e da saída de produtos. Falhas relacionadas ao armazenamento de itens podem trazer vários riscos para as finanças e também para a imagem da organização – já imaginou a situação de não conseguir suprir a demanda ou ter prejuízos com mercadorias paradas no estoque?

Neste cenário, lançar mão de planilhas para controle de inventário pode ser uma tarefa trabalhosa, demorada e complexa. O ideal é apostar em ferramentas especializadas que otimizem e agilizem a atividade, como softwares de gestão.

3. Terceirize o serviço

Contratar uma empresa especializada em contabilidade é uma das escolhas mais acertadas a se fazer ao planejar a abertura de um negócio. Contando com apoio profissional, você poderá se dedicar a outras áreas administrativas da empresa sem ter que se preocupar com as questões contábeis específicas, que demandam muita organização e o registro de toda e qualquer movimentação da companhia.

Além dos benefícios citados, a contratação de uma empresa especializada na gestão do setor torna possível a utilização de registros e cálculos contábeis para gerir o negócio de maneira responsável, fazendo com que você chegue cada vez mais perto do tão sonhado lucro.

4. Fundo de reservas é primordial

Manter um fundo de reservas é fator fundamental para uma boa gestão financeira. Pagamento de férias dos funcionários, demissão, 13º e indenizações são algumas situações clássicas para as quais você precisará contar com um fundo. Esta dica é indispensável para que empreendedores não sejam tomados de surpresa pelas eventualidades que exigem um dinheiro inesperado.

LEIA  5 dicas para um excelente controle de estoque

5. Cuidado com a inadimplência

Uma dica importante é ter cuidado ao facilitar o crédito. Esta pode até ser uma boa medida para melhorar o nível de vendas da empresa, mas aumentar a concessão de créditos (sem o devido controle de garantias e cadastros) pode gerar consequências catastróficas para seu negócio. Consumidores inadimplentes atrapalham o desenvolvimento da organização e quebram o fluxo de caixa.

Agora que você já conhece mais sobre as estratégias para se manter uma gestão financeira eficiente, coloque-as em prática, registre todas as movimentações do negócio e programe-se para contratar um serviço qualificado de consultoria contábil para assegurar o equilíbrio das finanças nesta primeira etapa do seu empreendimento. Vai valer a pena!

Postado em NegóciosTagged , , , , , , , ,