Ter um sócio ou não ter: eis a questão!

Quando se fala em abrir uma empresa, em começar um negócio, logo se vem o primeiro questionamento, que talvez seja um dos mais relevantes nessa caminhada: você vai ter um sócio ou não vai ter?

Existem vantagens e desvantagens em se apostar nesse tipo de parceria, e a ideia de contar com um apoiador para alguns é muito bem-vinda, enquanto para outros é desesperadora.

Seja lá qual for o seu caso é importante entendermos que cada pessoa é única e têm demandas distintas. Além disso, o que é fundamental para alguns é dispensável para outros, mas é necessário compreender o que se ganha e o que se perde quando se decide ter um sócio, para tomar a decisão mais coerente com seus preceitos. É sobre isso que falaremos agora, confira!

Ter um sócio

Conheça as vantagens e as desvantagens de ter um sócio

Ter um sócio é algo que muita gente acha maravilhoso, mas tem quem pense que é um verdadeiro inferno e não vale a pena em definitivo. Para compreender porque a busca por um parceiro de negócios é vista de maneiras tão distintas e polarizadas abaixo apresentaremos os prós e os contras de contar com um apoiador na sua caminhada empresarial. Veja a seguir:

  • Você vai ter ajuda com o dinheiro – Contar com a possibilidade de ter um sócio pode ser algo bom, uma vez que te dá a chance de ter mais capital entrando na empresa, o que é fundamental para o seu desenvolvimento e estabelecimento no mercado nacional;
  • Você vai ter apoio para a gestão – Quando você tem um parceiro nos negócios pode ganhar também ajuda para cuidar da gestão da empresa, o que é maravilhoso, porque você acaba conseguindo ter melhores decisões, que vão te levar à frente de uma maneira bastante positiva e benéfica;
  • Você vai ter que chegar a um acordo com outra pessoa – Esse é um dos maiores problemas de se decidir ter um sócio, porque ainda que você tenha apoio e lide junto com ele com os custos precisa encarar questões complexas, como chegar a uma decisão conjunta e ceder em uma série de momentos distintos, até mesmo quando você está convicto;
  • Você vai ter que se reportar sempre a alguém – Da mesma forma que ele terá que fazer isso com você, você também vai ter que constantemente se reportar ao seu sócio. Todos os passos que você tiver dado na empresa precisam ser conhecidos por ele, e vice e versa. Esse é o princípio de se estar trabalhando em equipe, em sociedade;
LEIA  Como abrir um MEI em 5 passos?

Como abrir uma empresa da melhor forma possível?

Abrir uma empresa é desafiador, e sabendo disso muita gente decide contar com um sócio, porque entende que com esse apoio pode ir mais longe. A questão é que isso não é uma certeza e não pode ser visto como uma garantia. É necessário que você tenha o apoio de pessoas com expertise e conhecimento para te ajudar a iniciar o empreendimento da melhor forma!

Por mais incrível que pareça isso é mais acessível e mais fácil do que você imagina. Você pode e deve contar com a ajuda de gente preparada para chegar onde deseja, porque assim é mais fácil se realizar!

Nossa sugestão é que você conheça a VERS Contabilidade, que tem um serviço gratuito incrível de abertura de empresa, para você começar o seu negócio da forma mais correta e mais funcional possível! Ter um sócio é bom, sim, se você tiver vontade, mas ter a assessoria da nossa organização é melhor ainda. Clique aqui e saiba mais sobre os nossos serviços!

Nos acompanhe também pelas redes sociais: Facebook | Linkedin | Instagram | Youtube

Postado em Abertura de empresa, EmpreendedorismoTagged , , , , , ,