Como anda a gestão fiscal do seu negócio?

Quem tem empresa sabe que o regime tributário brasileiro é bastante complexo e burocrático. Isso acaba fazendo com que muitos empreendedores sintam dificuldade e até mesmo comentam alguns erros graves no momento de tomar decisões relacionadas a gestão fiscal do seu negócio.

Essa é uma das principais razões que levam empresas a falência no país. É preciso ter em mente de forma clara quais os objetivos e as metas do seu negócio e alinha-las com sua gestão fiscal para alcançar seu propósito. E você, sabe como anda a gestão fiscal do seu negócio?

O que é gestão fiscal?

A gestão fiscal está ligada a parte tributária da empresa. Ela lida com os assuntos relacionados à legislação, recolhimento de encargos e sustentabilidade do empreendimento.

Quando a gestão fiscal é realizada de forma correta, as chances de sucesso do seu negócio são maiores, pois as questões legais afetam diretamente no desenvolvimento e crescimento de qualquer empresa.

Assim, quando o pagamento dos tributos é feito corretamente, há a possibilidade de ter uma margem de lucro maior, pois você não estará pagando impostos que não deve e será mais difícil ter problemas relacionados com juros e multas.

Porque é importante ter uma boa gestão fiscal?

Sua empresa só tem a ganhar. Alguns dos benefícios que podemos citar são:

  • Uma boa gestão fiscal irá te auxiliar na hora de escolher o regime tributário mais apropriado para seu negócio e que melhor se encaixa nas atividades que você exerce.
  • Melhora o controle fiscal interno da sua empresa
  • Te ajuda a manter em dia com as obrigações perante a lei, inclusive evitando problemas com a Receita Federal.
  • Permite aperfeiçoar o cálculo dos tributos, ajudando a diminuir prejuízos.
LEIA  Como ter uma empresa bem administrada com um excelente controle tributário e fiscal

Sem uma gestão fiscal apropriada dentro da empresa, a lucratividade pode ser afetada pela grande carga tributária que pode ser cobrada de maneira inadequada, inviabilizando a rentabilidade do empreendimento.

E como realizar uma boa gestão fiscal?

  • Planejamento

É muito importante realizar um planejamento fiscal apropriado, pois ele te permite ter uma visão do todo e também em longo prazo das atividades que você exerce e dos tributos e impostos comuns associados. Isso te permite criar reservas para problemas imprevistos, como multas ou problemas internos, por exemplo.

  • Mantenha seu fluxo de caixa em dia

Quanto custa seu produto? Qual sua margem de lucro? Quais são seus gastos? É importante ter todas estas respostas sempre atualizadas e com fácil acesso para determinar metas estratégicas tendo em vista o presente e o futuro de sua empresa.

  • Benefícios fiscais

O governo federal tanto quanto os municipais e estaduais possuem diversos programas de isenção ou abatimento fiscal para certos segmentos de atuação. É interessante estar atento a estas oportunidades.

Embora muitos achem que estes benefícios tem pouca influência nas finanças da empresa, a médio e longo prazo eles podem sim causar grande impacto em longo prazo.

  • Reavalie o seu regime tributário

Sua empresa está enquadrada no regime tributário adequado? As circunstancias do mercado mudam e as variáveis relacionadas à sua empresa também, por isso é recomendado reavaliar seu regime tributário anualmente.

Um contador pode te ajudar muito nessa questão. A análise de seu faturamento, margem de lucro e tipo de negócio, permite que ele identifique a necessidade ou não da mudança o que vai permitir um direcionamento de custos mais condizentes com a realidade de seu negócio.

LEIA  Como saber se minha empresa está no regime tributário correto?

Muitas empresas acabam pagando mais impostos do que precisam por simplesmente não terem uma gestão contábil que funcione adequadamente e, que forneça informações precisas sobre o faturamento permitindo uma análise mais exata do melhor regime tributário a ser utilizado.

  • Siga o orçamento

Faça o orçamento de sua empresa, com expectativa de gastos e evitando ao máximo os desperdícios.

Tente usar de forma eficiente os recursos a sua disposição e tente seguir o máximo possível o orçamento previsto para o período. Para uma boa gestão fiscal, seguir o orçamento com certeza vai fazer toda a diferença.

Se você está tentando diminuir os gastos da sua empresa, é bom estar atento às oscilações do mercado e planejar o seu negócio contando com a assessoria de bons profissionais.

Se você deseja uma gestão fiscal eficiente, procure uma empresa de confiança, que trabalhe com transparência e sempre pensando no cliente em primeiro lugar. Escolha a Vers contabilidade!

Postado em Fiscal, Operacional