Entenda sobre a Obrigatoriedade de Escrituração

Todas as empresas, independente de seu porte ou do tipo de atividade, precisa obrigatoriamente ter uma escrituração contábil que servirá para controlar o seu patrimônio e gerenciar as atividades. Por isso você deve entender sobre a Obrigatoriedade de Escrituração 

Esse documento é previsto como obrigatório em diversas legislações vigentes, e por isso é de suma importância saber o que é, e como emitir a escrituração contábil.  

Então, se você tem dúvidas sobre a obrigatoriedade de Escrituração, continue lendo esse artigo, e entenda mais a respeito desse assunto que já deixou muito empresário de cabelo em pé. 

A Obrigatoriedade de Escrituração _00001

Saiba tudo sobre a obrigatoriedade de Escrituração Contábil

A obrigatoriedade de Escrituração se dá para que as empresas registrem os gastos, os lucros e os bens pertencentes ao empreendimento. Além de ser uma forma de manter o controle sobre todos esses dados, a escrituração também ajuda na segurança e preservação desses bens. 

Ela deve ser montada por um profissional devidamente habilitado, a quem compete seguir as normas que constam no Código Civil, na Legislação Tributária. Os registros devem ser feitos desde o início da empresa, com todos os dados devidamente arquivados.  

  • Mas no que a escrituração pode ajudar? 

A escrituração ajudará você a ter o absoluto controle financeiro e econômico de seu negócio. Com ela também é possível identificar quaisquer gastos desnecessários, e assim contê-los rapidamente, antes que representem uma ameaça ao seu orçamento.  

Existem dois diferentes métodos de escrituração. São eles: 

  • Método de Partida Simples: 

Esse método é considerado ineficiente, e por isso acabou caindo em desuso dentro das empresas. Nesse caso, são registradas as operações exclusivamente ligadas às pessoas.  

No Método de Partida Simples tudo o que está relacionado ao patrimônio da empresa, tal como mercadorias, veículos, imóveis, despesas, receitas, etc, será registrado fora da contabilidade.  

  • Método de Partida Dobrada: 

Esse método se pauta em uma frase imutável, “para cada débito existe um crédito correspondente”. Ou seja, os gastos devem ser iguais aos recebimentos. Claro que o Método considera diversos débitos e créditos. Ele determina o principio básico da equação dos demonstrativos contábeis.

A importância de contratar profissionais qualificados para realizar a escrituração 

Como você pode ver, a Obrigatoriedade de Escrituração existe porque se trata de um registro fundamental para o funcionamento saudável da empresa no que diz respeito à declaração de seu patrimônio. 

Para que esse documento seja devidamente gerado, com as informações necessárias e redigido de maneira correta, é de suma importância que um profissional qualificado seja contratado.  

Para que a escrituração seja realizada, será necessário reunir alguns documentos, tais como: 

  • Notas Fiscais de transações de venda e compra (entrada e saída); 
  • Notas de aquisições de imobilizados, como veículos, equipamentos, máquinas, escrituras e contratos além de compra e venda de imóveis, etc; 
  • Documentos referentes aos financiamentos ou empréstimos realizados pela empresa com alguma instituição financeira, e o comprovante de seus pagamentos; 
  • Extratos bancários referentes à conta corrente e aplicações financeiras. Será solicitado o registro de toda movimentação financeira da empresa; 
  • Comprovantes referentes às despesas mensais da empresa tais como gastos com energia elétrica, consumo de água, gastos com telefone, recibo de aluguel, fretes, registro de folhas de pagamento dos funcionários, investimento em combustível, conservações e reparos, e todas as demais despesas que possam vir a ocorrer dentro da empresa.  
  • Impostos e contribuições pagos.

A Obrigatoriedade de Escrituração _00002

Vantagens da Escrituração

O avanço tecnológico trouxe consigo vários benefícios para o universo corporativo. Um deles é a possibilidade de utilizar um software de gestão para fins fiscais, que auxilia na organização de documentos e dados.  

Adotar esse processo traz uma série de vantagens para a empresa, pois evita que ela enfrente problemas financeiros graves decorrentes da desorganização. Com a escrituração em dia, os empresários podem também solicitar a recuperação administrativa e judicial caso se vejam em um aperto financeiro.  

Muitas outras vantagens estão à disposição das empresas que mantêm a escrituração em dia. Já quem não faz isso, corre sérios riscos em sua rentabilidade, e coloca em jogo o funcionamento da empresa.  

Dentre os demonstrativos contábeis elaborados através da escrituração, e cuja obrigatoriedade está prevista em lei, encontram-se o Balanço Patrimonial e a Demonstração de Resultado do Exercício (DRE). 

Eles se complementam para gerar um raio-x quantitativo e qualitativo referente à saúde financeira de seu negócio. O Resultado de Exercício se destaca como um dos principais a serem analisados, pois ele consegue mensurar se a atividade da empresa gerou lucro ou prejuízo.  

Outro Demonstrativo que merece atenção é o que diz respeito à Demonstração do Fluxo de Caixa (DFC), ou seja, a entrada e saída de recursos. E a Demonstração da Mutação do Patrimônio que lista a movimentação de todas as contas do patrimônio líquido.  

A Obrigatoriedade de Escrituração existe para que as empresas tenham um controle e uma maior transparência no que se refere a sua atividade econômica.  

 

LEIA  Planejamento orçamentário: porque você deve fazer um hoje mesmo

Para mais conteúdos desse tipo, nos acompanhe em nossas redes sociais:

Facebook

Linkedin

Postado em Estratégia