Controle Interno Reduz os Riscos no Dia-a-Dia da Empresa

Uma empresa é composta por várias pessoas, mesmo quando pequena. Funcionários, gestores, fornecedores, clientes…Todo mundo colabora para que o negócio permaneça em pleno funcionamento. Por isso manter o controle interno reduz os riscos no dia-a-dia da empresa 

Implantar um Controle Interno Reduz os Riscos no Dia-a-Dia da Empresa é a forma mais eficaz de tornar o gerenciamento de processos seguro, potencializando assim as qualidades da empresa. 

Esse plano de organização não só oferece mais segurança, como também funciona como diretriz para o trabalho do contador e do auditor. Com isso, é mais fácil gerar relatórios assertivos, e que de fato servirão para a segurança e o desenvolvimento do negócio.  

Controle Interno Reduz os Riscos no Dia-a-Dia da Empresa _00002

Descubra porque um Controle Interno Reduz os Riscos no Dia-a-Dia da Empresa

Se você possui uma empresa pequena, pode até achar que isso não se aplica ao seu negócio. Mas a verdade é que independente do tamanho do empreendimento, manter regulamentos e políticas internas é fundamental para a saúde do empreendimento.  

Pequenas e médias empresas representam hoje uma parcela importantíssima da economia nacional, e o crescimento dessas empresas é cada vez mais expressivo, mesmo diante de um grave cenário de crise. 

Sendo assim, é papel do gestor cuidar para que um controle interno seja instaurado, e ajude a organizar os processos, impulsionando assim o crescimento da empresa.  

O controle Interno reduz os riscos no dia-a-dia da empresa, e será responsável por dar continuidade ao fluxo de operações realizadas dentro da corporação, gerando informações exatas que contribuem para uma melhor gestão e aprimorando os processos produtivos.  

As formas possíveis de controle interno estão cada vez mais elaboradas, e promovem uma organização mais pontual, que consegue livrar a empresa de fraudes, riscos de falência, além de detectar com precisão eventuais falhas e erros. Assim, os gestores são capazes de tomar as devidas providências antes que a empresa seja de fato comprometida, pautados em dados seguros.

Controle interno garante segurança e transparência no trabalho

Imagine você o caos que seria se a sua empresa não tivesse nenhum tipo de organização. Se não houvesse normas internas, horário de funcionamento, postura ética. Podemos enxergar vagamente o caos que se instalaria, certo? 

Pois, o mesmo acontece quando tratamos do seu processo administrativo. Se a sua gestão for pautada apenas no feeling, você corre grandes riscos. É importante gerar relatórios e manter a devida organização dos processos contábeis e administrativos, e é justamente nesse sentido que o controle interno reduz os riscos do dia-a-dia da empresa.  

Uma das etapas mais importantes para o crescimento de uma empresa é a contratação e implantação de uma auditoria e de uma administração contábil. Mas essas duas áreas só conseguirão agir com precisão se puderem se pautar em um controle interno bem estruturado. 

  • Principais objetivos do controle interno de uma empresa:

  1. Checar a autenticidade dos informes e dos relatórios contábeis, financeiros e operacionais da empresa; 
  1. Prevenir contra fraudes e gerar possibilidades de que elas sejam rapidamente identificadas, possibilitando assim sua correção e a tomada de medidas cabíveis; 
  1. Identificar erros de processo e desperdícios, criando um processo de uniformidade, além de corrigir os registros e as operações internas; 
  1. Gerar relatórios que estimulem a melhoria dos processos, trabalhos e estimule a melhoria do trabalho; 
  1. Garantir a segurança de todos os ativos e demais aspectos que são vitais para a empresa, resguardando-a assim contra possibilidades de fraudes, erros e falência. 

Relação entre Controle Interno contabilidade: porque essas áreas precisam atuar juntas

A contabilidade dentro da empresa deve atuar de maneira assídua pra garantir a veracidade das informações, e certificar que a saúde financeira e contábil seja garantida.  

Mas sem informações reais e coerentes, esse trabalho não será eficiente e não trará os devidos benefícios para a empresa. Por isso o controle interno deve ser desenvolvido, e repassado para o departamento de contabilidade. 

Trabalhando juntas, essas áreas poderão assegurar a devida qualidade e análise dos ativos, e garantir uma segurança mais concreta de todos os aspectos vitais da empresa.  

Controle Interno Reduz os Riscos no Dia-a-Dia da Empresa _00000

  • Última e importante etapa do processo administrativo: 

Podemos encarar a implantação de um controle interno como sendo a última e uma das mais importantes etapas do processo administrativo. Como dito anteriormente, a empresa estará prevenida contra erros e ações fraudulentas, sendo capaz de identificá-las com antecedência.   

Um bom controle interno identifica desvios, caso existam, e também aponta possíveis soluções para corrigi-los. Para isso, serão usadas três etapas fundamentais previstas em um controle interno bem estruturado: 

  • A previsão das tarefas: momento em que acontece o planejamento; 
  • A execução dessas tarefas: quando elas são postas em prática;  
  • A mensuração: quando acontece uma profunda análise dos resultados obtidos. Nesse momento também pode ser revisto e aprimorado o processo de controle interno.  

Como você pode ver, um bom Controle Interno Reduz os Riscos no Dia-a-Dia da Empresa, assegura a saúde e a vitalidade de seu negócio.  

Veja a Vers Contabilidade também nas redes sociais:

LEIA  Saiba sobre o Preenchimento correto da NF-e

Facebook

Linkedin

Postado em Sem categoria