Algumas pessoas realmente conseguem fazer descobertas inovadoras e que são capazes de modificar toda uma cultura, como o fundador da Apple, Steve Jobs.

Muitas pessoas acham que o negócio de sucesso depende somente de ideias inovadoras de produtos e serviços, o que não é uma verdade.

Inovações são indispensáveis para o mercado e para a sociedade em geral, mas sem o devido planejamento, não cumprirão o destino do “fazer a diferença” e nem conhecidas, sem a devida atenção ao Marketing, por exemplo.

Planejar a empresa é fundamental para que a mesma esteja sempre preparada para enfrentar as adversidades do mercado.

Mas o que é necessário para planejar uma empresa para que ela possa ser criada e cresça com segurança e vitalidade?

Neste artigo iremos abordar desde a definição do modelo e o plano de negócios, passando por planejamentos cruciais e pertinentes a qualquer atividade.

 

Qualquer empresa precisa de planejamento

Ao iniciar o planejamento, o empresário deve atentar-se à três etapas: a estratégica, a tática e a operacional.

Na etapa estratégica deverá constar todo o escopo da empresa, a fim de favorecer nas projeções gerais. Será a etapa para definir até mesmo o futuro da empresa.

Com a parte tática, a empresa irá interpretar a estratégia e traduzi-la em objetivos e metas, para servir de base para desenvolver o planejamento operacional.

E o planejamento operacional é aquele que permeia todos os processos práticos da organização.

 

Modelo de Negócios – CANVAS

O Business Model Canvas – ou simplesmente CANVAS – é uma forma de realizar o esboço do que será a empresa, antes de tudo.

Nele, o empresário faz um “desenho” de todos os processos operacionais, com isso tendo a oportunidade de identificar, com mais clareza, a operação da empresa como um todo.

LEIA  O que é e para que serve um Balancete de Verificação

No CANVAS, o empresário irá inserir as principais informações sobre a empresa:

  • Propostas de valor: Quais são os valores que serão transmitidos aos clientes?
  • Segmentação: Quais públicos irão atender?
  • Atividades: Quais serão os produtos e serviços oferecidos?
  • Comunicação: Quais os canais e a forma de se comunicar com os públicos (interno e externo)?
  • Recursos principais: Quais os materiais necessários para desempenhar as atividades?
  • Parcerias: Quais os tipos de parcerias serão mais vantajosos para o negócio?
  • Estrutura de custos: Quais os custos fazem parte das atividades?
  • Fontes de Receita: Quais serão as fontes de receita da empresa?

business-model-canvas 

 

Planejamento Financeiro

Vital para a saúde do negócio, o plano financeiro deve ser absolutamente bem formulado, atendendo à todas as áreas da empresa.

 

A contabilidade será a maior aliada do empresário para planejar e controlar a empresa financeiramente, com isso dando maior suporte para as decisões.

O planejamento contábil é extremamente essencial para que o lado financeiro do negócio consiga evoluir com tranquilidade.

Planejamento financeiro

Saber quanto será o necessário de investimento total é imprescindível para a estabilidade do negócio.

Neste planejamento, os investimentos fixos devem estar presentes, por serem referentes às imobilizações de bens essenciais para a empresa operar.

Maquinário, veículos, móveis e imóveis são exemplos de investimentos fixos.

O capital de giro também é uma peça fundamental no plano. É recurso que irá determinar o bom funcionamento da empresa.

Nele, o empresário deve concentrar os financiamentos de vendas, as matérias-primas necessárias, mercadorias, despesas, fornecedores e outros.

É importante que o empresário possa dispor de uma contabilidade, para que as estimativas e as apurações de custos sejam feitas com maior assertivamente.

O empresário também precisa estar atento a qual regime tributário irá optar, anualmente, assim podendo haver até mesmo a redução de custos para ele.

LEIA  Contabilidade Online

Com um planejamento tributário bem feito e auxiliado por um contador, a empresa se preserva com a declaração correta dos tributos, além de usufruir da redução de custos e poder aplicar os recursos do negócio onde mais for necessário.

Planejamento de Marketing

O Marketing é uma atividade ligada à parte comercial e à comunicação geral da empresa.

De forma ampla, é um setor que tem por essência estimular o crescimento da empresa, dentro do mercado, com a gestão eficaz de sua marca.

plano-de-marketing

O principal objetivo do profissional de Marketing é desenvolver formas de comunicação com todos os públicos da empresa – interno e externo – com o intuito final de gerar valores aos clientes, e, consequentemente, mais vendas.

É uma área responsável por fazer todo o estudo dos macro e micro ambientes do negócio, ou seja, é um serviço que trata de observar toda a empresa e utilizar os resultados coletados para aperfeiçoar cada vez mais os processos de produção.

A gestão da marca é algo indispensável para qualquer empresa, pois será através dela que ela poderá desenvolver e aprimorar a oferta de valor aos seus clientes – e novamente: mais vendas.

Além de tudo, é uma das esferas organizacionais que auxilia diretamente na determinação de preços, além dos já mencionados valores percebidos pelos clientes e, quais serão os públicos e como trata-los.

Através de algumas análises de mercado, como a análise SWOT e da Matriz BCG, o setor de Marketing tem ainda a possibilidade de posicionar a empresa de forma objetiva, tanto nos produtos, quanto na comunicação.

Utilizando o composto de Marketing: Produto, Preço, Praça, Promoção e Pessoa. E é utilizando para a definição de todos os processos comerciais da empresa.

LEIA  6 dicas para montar o planejamento financeiro da sua empresa para 2015

 

Os planejamentos têm de ser seguidos à risca

Contar somente com a sorte e o achismo, no mundo dos negócios, não é a estratégia mais indicada.

O empreendedor precisa sim se arriscar, mas até para tal irá necessitar do planejamento, até mesmo para tentar prever os cenários.

Além de planejar, consequentemente o empresário terá que executar o plano e ainda o acompanhar e avaliar, para, na sequência, reparar tudo que for necessário.